Previsibilidade

Esta área inclui o monitoramento dos indicadores de performance que medem a capacidade dos usuários do espaço aéreo e dos PSNA em fornecer níveis consistentes e confiáveis de previsibilidade.

A seguir, são apresentados os indicadores de Atraso Médio, Pontualidade de Partida (KPI01), Pontualidade de Chegada (KPI14) e Variabilidade do Tempo de Voo (KPI15).

O Atraso Médio é um indicador derivado dos indicadores de Pontualidade de Partida e de Chegada, considerando a performance dos principais aeroportos brasileiros. A metodologia implica somar todos os minutos de atraso nas operações de partida e chegada na aviação comercial, tendo em conta os horários programados para a saída e a chegada, respectivamente, no portão de estacionamento, e dividir pelo total de operações aéreas analisadas.

O gráfico a seguir apresenta o atraso médio mensal nos principais aeroportos brasileiros, com dados de horário programado coletados do Sistema de Registro de Operações (SIROS) da ANAC e de horário realizado do TATIC FLOW (sistema auxiliar dos órgãos de gerenciamento de fluxo de tráfego aéreo no monitoramento da evolução dos tráfegos nos aeródromos – alocado no CGNA).

A Pontualidade de Partida (KPI01) é um indicador de performance ATM que aponta o índice de pontualidade de partida dos principais aeroportos brasileiros, considerando a tolerância de até 15 minutos do horário programado.

A metodologia utiliza a diferença entre o horário real de saída e o horário programado de saída do portão de estacionamento para medir a pontualidade de cada aeronave. Assim, são considerados voos pontuais aqueles que não anteciparam nem atrasaram a sua saída do portão de estacionamento em mais de 15 minutos.

O gráfico a seguir apresenta a pontualidade de partida dos principais aeroportos brasileiros, com base nos dados do Sistema de Registro de Operações (SIROS) da ANAC e do TATIC FLOW (sistema auxiliar dos órgãos de gerenciamento de fluxo de tráfego aéreo no monitoramento da evolução dos tráfegos nos aeródromos – alocado no CGNA).

Para informações mais detalhadas, consulte o painel “Pontualidade”, na aba PRODUTOS – “Painéis de Indicadores – Dashboards.”

A Pontualidade de Chegada (KPI14) é um indicador de performance ATM que aponta o índice de pontualidade de chegada dos principais aeroportos brasileiros, considerando a tolerância de até 15 minutos do horário programado.

A metodologia utiliza a diferença entre o horário real de chegada e o horário programado de chegada no portão de estacionamento para medir a pontualidade de cada aeronave. Assim, são considerados voos pontuais aqueles que não anteciparam nem atrasaram a sua chegada no portão de estacionamento em mais de 15 minutos.

O gráfico a seguir apresenta a pontualidade de chegada dos principais aeroportos brasileiros, com base nos dados do Sistema de Registro de Operações (SIROS) da ANAC e do TATIC FLOW (sistema auxiliar dos órgãos de gerenciamento de fluxo de tráfego aéreo no monitoramento da evolução dos tráfegos nos aeródromos – alocado no CGNA).

Para informações mais detalhadas, consulte o painel “Pontualidade”, na aba PRODUTOS – “Painéis de Indicadores – Dashboards.”

A Variabilidade do Tempo de Voo (KPI15) é um indicador de performance ATM que representa a distribuição da variação, em torno de um tempo médio, do tempo de voo gate-to-gate, ou seja, considerando desde o momento em que a aeronave inicia a movimentação para sair do terminal de estacionamento no aeroporto de origem até o momento em que a aeronave estaciona no aeroporto de destino. Determina o nível de previsibilidade para os usuários do espaço aéreo que reflete no planejamento dos voos.

A metodologia descarta um percentual de voos mais rápidos e mais lentos, calculando a variabilidade dentro da amostra restante. A variante de 70% descarta 15% dos voos mais rápidos e 15% dos voos mais lentos. A variante de 60% descarta 20%.

O Gráfico a seguir apresenta a variabilidade das trinta rotas mais movimentadas do país, com base nos dados do sistema Voo Regular Ativo (VRA) da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) e do TATIC FLOW (sistema auxiliar dos órgãos de gerenciamento de fluxo de tráfego aéreo no monitoramento da evolução dos tráfegos nos aeródromos – alocado no CGNA).